10 anos de zhp.

10 Anos de zhp

Em meados de 1998 eu começava muitas coisas, estava encontrando meu caminho profissional, era uma época corrida e bagunçada, mas as coisas começavam a se firmar.
Na época o meu site não passava de uma home page, era muito comum as pessoas criarem suas páginas pessoais e colocarem lá um pouco das coisas que gostavam. Era uma época que ter um computador e internet era quase um luxo, as coisas começavam a mudar e eu entrei de cabeça nesse período.
Meu site em 1998 era um monte de coisas que eu achava interessantes, na verdade de conteúdo não se aproveitava muita coisa, mas para mim era onde eu tinha para aprender a escrever HTML e brincar com imagens, gifs animados e algumas coisas que surgiam o tempo todo.
Foi nesse período que comecei meu estágio em um estúdio de fotografia que possuía uma ilha digital para tratar e manipular as fotos. Também foi lá que eu comecei a trabalhar com Flash e a desenvolver sites de verdade e não “home pages”. Infelizmente esses trabalhos já não estão mais na internet e eu não tive a brilhante idéia de copiar esses trabalhos para compor meu portfólio, na verdade eu nem sabia o que era um portfólio e nem tinha certeza que continuaria a trabalhar com isso.
zhp - Versão 2O meu primeiro registro oficial foi meu site de 99/2000 na época a segunda versão oficial. A primeira versão eu ignorei, e em 98/99 fiz uma versão mais coerente e com conteúdo mais trabalhado.
Já estava decidido que ia me especializar nisso, era um bom negócio que crescia e dava muitas oportunidades.
Meu site sempre funcionou como um grande laboratório, no inicio do ano 2000 uma modinha na internet eram os papéis de parede e eu vi nisso uma grande demanda para testar e expandir o que eu podia fazer com Photoshop, nessa mesma época estava começando a desenvolver aplicativos para web e mais uma vez esse site foi fundamental para eu poder testar, fazer burradas e aprender sem correr muitos riscos.
Em 2002 foi a vez de evoluir mais um pouco e registrar o domínio, coisa que em 98 era muito caro, não só o registro, mas a hospedagem tinha valores bem salgados.
Com o registro do domínio ai pude controlar melhor as coisas instaladas e os recursos do meu site. O site nessa época virou meu cartão de visitas além de armazenar alguns trabalhos para clientes, e outras coisas pessoais.
Abaixo alguns dos layouts que esse site já possuiu mais ou menos nessa época, tinham recursos legais, algumas integrações escondidas e detalhezinhos que passaram despercebidos, mas que para mim me ajudaram e me deram uma carga de conhecimento inestimável.

zhp Versão 5 zhp Versão 9

Meu site sempre teve uma parte de “notícias” mas era sempre uma coisa muito básica, algo do tipo “isso e aquilo foi atualizado” em 2004 eu comecei a blogar, pela indicação e insistência da Cibele. Sempre tive um pouco de dificuldade em escrever, mas me dei esse desafio e hoje gosto bastante de escrever, meu blog durante muito tempo foi mais um lugar para que eu pudesse extravasar e contar um pouco mais das coisas que fazia e gostava.
E finalmente em 2006 comecei a utilizar o WordPress para controlar quase todo meu site, ainda preservo muita coisa que desenvolvi e fico muito satisfeito do site preservar uma boa história minha, da minha evolução profissional e de sempre caminhar comigo, sendo uma janela para dentro da minha vida e um ponto de encontro dos meus amigos mais íntimos.
Obrigado a todos que colaboram e colaboraram para esse site ser o que é hoje e principalmente a você que lê e me visita.
Parabéns e que venham mais 10, 20, 200 anos.

Comments

  • Cibele

    Obrigada por espalhar ao mundo que sou chata ahaha 😉
    Acredito que seu site e estilo tenha ajudado muitos sem o seu conhecimento. Seu site também é de enorme importância para aqueles que lhe conhecem 😉

    xox

  • elen

    sou fã do seu trabalho henrique !!! congrats! ^^

  • Cara, eu visito esse site desde que começou… Lembro muito bem dessa época das “modinhas” do Wallpaper e tal, inclusive eu baixava direto.

    Sempre admirei muito do seu trabalho, além daqueles com tema do Iron Maiden… Quem sabe foi um dos inspiradores para que eu gostasse e me interessasse tanto pela área!

Leave a Comment