Eu gosto um bocado de cinema e fiquei feliz quando recebi o convite para participar da reinauguração do Cineart Shopping Cidade.
Estava com um pouco de receio sobre essas novas salas, na verdade estava desconfiado, afinal quem conhecia os cinemas do Shopping Cidade sabia que as salas estavam deixando muito a desejar.
Foi um evento muito legal e fizeram o que acredito ser a decisão mais acertada: Refizeram completamente os cinemas.
Construíram um novo anexo ao piso dos cinemas e colocaram as salas em um ambiente mais requintado e aconchegante, um carpete bonito e cores bem escolhidas, gostei muito do novo hall de entrada e colocaram também mais maquinas de auto-atendimento, que eu gosto bastante.
Chegou o momento de conferir a sala nova, chegando nela a primeira coisa que reparei é que as cadeiras finalmente foram colocadas em posição “estádio”, dessa maneira ninguém fica na sua frente, por maior que seja a pessoa.
Como o cinema já estava um pouco cheio e havia muitos lugares reservados para a imprensa e para os convidados VIPs fiquei um pouco mais no fundo do cinema, mas o lugar estava ótimo.
Para iniciar a reinauguração foi exibido uma redublagem de Rocky – O lutador e a sua luta para conseguir de volta o par de ingressos para as novas salas do Cineart. Foi muito bem feita a redublagem e muito divertida também, é sempre engraçado ver cenas clássicas com piadinhas non-sense. Uma coisa que reparei é que essa técnica de redublagem surgiu como uma “zueira” e ganhou força no Youtube, de “bando de desocupados” a redublagem começa se tornar uma idéia criativa para a publicidade.
O filme escolhido para apresentar as novas salas do Cineart foi uma escolha muito inteligente também. Foi exibido o novo filme de Martin Scorsese dos Rolling Stones: Shine a Light. Um musical sempre é uma ótima escolha para avaliar os sistemas de som e imagem.
Não vou criticar o filme, Rolling Stones não é nada assim que eu conheça ou goste efetivamente, a banda é regular e é obvio que seus “50 anos” de carreira estão começando a pesar. Todos eles são figurassas e o documentário/musical ganha muitos momentos divertidos por isso.
A imagem estava muito boa e o som estava fantástico. Infelizmente quando os rolos de filme e os equipamentos de áudio estão novos fica fácil de conseguir uma qualidade superior de imagem e som, o jeito é torcer para a manutenção ficar em dia.
Eu tinha uma pontinha de esperança que pelo menos uma sala seria de projeção digital, mas infelizmente não foi dessa vez. Conversando com algumas pessoas do Cineart a justificativa é que os equipamentos são caros e a distribuição de filmes em formato digital ainda é pequena, ou seja, o investimento ainda não vale a pena. Acho que essa situação mudará em breve, com a adoção em massa do Blue Ray a tendência é que os custos diminuam, mas quando isso acontecer já não vai ser mais diferencial e sim “correr atrás do prejuízo”.
Na verdade a conclusão que eu posso ter com essa reinauguração é justamente essa, as salas de cinema de Belo Horizonte estão correndo atrás do prejuízo. Infelizmente as várias reformas e todo esse investimento em novas salas de cinema só estão acontecendo por que o Cinemark desembarcou em BH e mudou os padrões do que é realmente um cinema de qualidade, e agora os demais estão tentando acompanhar.
Quem ganha é sempre os amantes do cinema, que apesar do valor quase extorsivo do ingresso ainda lotam as diversas salas.
Boa diversão e não deixem de conferir as salas novas.

3 thoughts on “Reinauguração do Cineart Shopping Cidade”

  1. Aaah eu queria ir ao cinema, muito muito muito!
    Faz tempo que não vou. A ultima vez que fui nem me lembro direito como foi rsssss
    Só me lembro que cinema faz frio. E é escuro.
    xD

    Bjoka, menino!

  2. Bom dia!

    Muito legal essa materia!

    Gostaria de saber se voçe sabe algo sobre a revitalização dos cinemas do shopping cidade jardin. E tem novidades sobre o IMAX em BH??

    Abração,
    Eduardo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *