Ao desembarcar da copa do mundo da Alemanha, nosso querido ex-capitão da seleção brasileira de futebol, após uma tormenta de perguntas e pedidos de justificativas, Cafú desbraveja uma de suas mais celebres e infelizes frases: “…nem sempre o melhor vence …”.
Acredito que para todos que acompanharam a “fantástica” atuação da seleção brasileira na copa do mundo, ficou extremamente revoltado com essa declaração infundada e infeliz, porém, depois que a poeira baixou essa frase ficou na minha cabeça e comecei a imaginar algumas situações reais que esse tipo de coisa acontece. Quase tudo que eu imaginei não se encaixava, ou melhor, o melhor sempre vence.
Saí do mundo dos esportes e comecei a ver o lado profissional, mais uma vez não conseguia uma confirmação dessa teoria do Cafú.
Até que um dia li uma reportagem sobre o navegador Opera, um de muitos reviews sobre o quão maravilhoso é o software.
O Opera saiu na frente em muitos aspectos, ele foi o primeiro a ter as abas, suporte completo e preciso ao CSS 2.1, seguidor fiel das normas da W3C e com um recurso inédito, é o primeiro a suportar nativamente download em BitTorrent.
A navegação é tranquila e fácil, mas por se tratar de um browser altamente standart e no universo da internet, sites standarts são raros, alguns sites ficam um pouco distorcidos.
Sem sombra de dúvidas, nas questões técnicas o Opera é o melhor disparado, porém, não consegue sair da casa do 1,5% de popularidade entre os internautas. O melhor não venceu.
Observando as estatísticas, temos o Internet Explorer, seguido do Mozilla FireFox e em meio ao Netscape, Safari esta lá o melhor, o Opera.
Vamos desconsiderar o Internet Explorer, ele já vem instalado e configurado, é altamente conhecido entre os usuários, principalmente os domésticos que não querem ficar correndo atraz de softwares novos e suas atualizações. Vamos considerar seu principal concorrente, o Mozilla FireFox.
O FireFox é um software relativamente mais jovem que o Opera (existia antes o Mozilla Navigator, que nunca fez muito sucesso ).O Opera é um software que apareceu logo no fim da era Netscape e quando o Internet Explorer começou a ganhar mercado.
Naquela época, a briga era feia e todo mundo estava querendo um pedaço do bolo, a Microsoft teve a brilhante idéia de colocar o navegador junto com o sistema operacional, nisso ja poupou muito trabalho de baixar e instalar o navegador de sua preferencia. A Netscape que inventou e sempre foi uma opção fantástica de navegador, até porque durante muito tempo ele foi o “único”, investiu em um navegador travado, pesado, com recursos duvidosos e lotado de bugs, o resultado não poderia ser outro a não ser fracasso. Em pouquissimo tempo não restavam quase nenhum usuário de Netscape, a maioria indo para o Internet Explorer.
Nesse cenário surgiu o Opera, oferecendo muitas coisas que ninguem ainda havia pensado, recursos bacanas, compatibilidade, segurança e varias outras coisas que garantiu varios premios e recomendações, mas foi justamente um “extra” que, na minha opinião tirou o Opera da jogada.
Na ocasião do seu lançamento, os desenvolvedores acreditavam tanto que haviam feito uma ferramenta tão boa, tão boa, que as pessoas pagariam por ela, ou então não se importariam de navegar cedendo um espaço para divulgação de banners e propagandas.
De fato algumas pessoas pagaram e outras não se importavam com os banners, que com o passar do tempo, foi diminuindo até ficar uma linha de texto e até, teoricamente, desaparecer do software.
Teoricamente, pois na licença de contrato do Opera está bem claro que se trata de um Adware, ou seja, quando se menos esperar as propagandas podem voltar a colorir o navegador.
Infelizmente nosso amigo Cafú estava certo, nem sempre o melhor vence, principalmente aqueles melhores que se julgam tão melhores que os outros que cobram para provar isso.

One thought on “Opera e o dilema de Cafú”

  1. O Opera é um ótimo navegador sim.

    Mas acho que o Firefox é melhor ainda… Adoro as extensões disponíveis, que facilitam (e MUITO) meu trabalho como Web Designer.

    Bom, se o conceito de que “nem sempre o melhor vence” se aplica ao Opera, se aplica ao Firefox entao… =)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *